Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Paixão-Coaching, o blog

Posts sobre Coaching e Treino Desportivo



Terça-feira, 31.07.12

All Sports, all Emotions

É assim que há alguns meses a Eurosport publicita os eventos que transmite no seu canal. Em tempo de Jogos Olímpicos e há medida que as prestações dos diversos atletas se vão sucedendo, vamos tendo oportunidade de verificar isso mesmo.

Para além da performance atlética e do consequente resultado é bastante evidente as variações dos estados emocionais dos diversos intervenientes. Nos atletas é mais fácil verificar os estados de euforia quando conquistam aquilo que desejaram, alguns deles a vida toda e, no estremo oposto a desilusão e frustração.

A gestão de emoções pode treinar-se e trabalhar-se tal como outros aspetos da performance. Imagine o estimado leitor que se desloca a uma festa de Renault Clio. Da sua casa ao local da festa distam 20kms. A sua velocidade habitual são 70-90kms/h – você vai tranquilo e chega em 16 ou 17minutos o que está perfeitamente adequado.

Agora imagine que um amigo seu tem um Porsche, está ausente em férias e pediu-lhe que tomasse conta do referido bólide. Você entusiasma-se e no dia seguinte vai à festa no Porsche do seu amigo, visto que este lhe pediu para andar com o carro. O que acontece quando você aparece de Porsche?

  • Provavelmente você fica muito excitado com a experiencia;
  • Provavelmente irá impressionar os amantes de automóveis;
  • Provavelmente algumas pessoas não repararam no carro porque acham que todos são, apenas carros;
  • Provavelmente…

Todas as pessoas têm a capacidade de realizar performances magnificas, cada um na sua área especifica. Num processo de coaching, aquilo que fazemos é entregar a chave do Porsche ao nosso amigo (o coachee). Ele(a) decidirá se pretende e como pretende realizar a condução do Porsche.

Algumas pessoas desejam apenas conduzir a sua vida de forma tranquila, sem grandes performances e sem momentos de elevada exigência e emoções intensas, o que é respeitável. Lamentavelmente, algumas pessoas entregam a possuidores de Porsches, as chaves do Renault Clio. Se o condutor não tiver uma percepção suficientemente desenvolvida e treinada acabará por não procurar no seu cofre a chave adequada.

Nos Jogos Olímpicos, tal como noutras competições e outras áreas da nossa vida, ser capaz de gerir a carga emocional pode ditar a diferença entre festejar a conquista alcançada, ou chorar copiosamente o resultado desastroso.

Não Obstante, qual a importância disto?

Aquela que cada um entenda…

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ppmiguel às 21:11


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog